Quando e por que fazer pesquisa quantitativa?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Toda pesquisa é importante para conhecer potenciais clientes, perceber estratégias dos concorrentes e analisar fornecedores. O objetivo é possibilitar ao empreendedor uma avaliação comparativa do mercado para, com isso, elaborar sua estratégia.

A pesquisa quantitativa vem justamente para auxiliar a organização nas possíveis necessidades mudanças no negócio, apresentando resultados que podem ser quantificados (dados numéricos, por exemplo) e sugerindo pontos relevantes de atenção.

Seu objetivo é medir informações de forma que os dados coletados apresentem uma natureza estatística. Geralmente, seus resultados são  expostos em forma de gráficos, tabelas, etc. Esse tipo de pesquisa pode fornecer, inclusive, informações numéricas relevantes sobre o comportamento do consumidor.

Quando utilizar pesquisa quantitativa

O método quantitativo é usado para medir o tamanho de um mercado ou segmento, frequência de compra ou comportamento, lembrança de marca, níveis de distribuição, etc. Existem alguns indicadores que podem te ajudar a definir se você deve seguir com a pesquisa quantitativa:

  • Você já tem dados de pesquisa anteriores sobre o assunto;
  • O objetivo é confirmar uma hipótese;
  • Você quer mensurar uma tendência de comportamento;
  • Os conceitos a serem mensurados não são ambíguos;
  • Os conceitos podem ser mensurados em relação à proporção ou usando uma escala.

Dados coletados por meio desse método impactam diretamente a tomada de decisão e podem expressar melhor as informações apresentadas, principalmente quando o objetivo é ter pleno convencimento sobre qual direcionamento adotar.

As pesquisas quantitativas são peças chaves para acompanhar a posição dos clientes e entender potenciais nichos a serem explorados.

É fato que a pesquisa quantitativa é uma janela de oportunidade não só para compreender os atuais consumidores, mas também uma maneira de os negócios continuarem inovando. Para que isso aconteça é necessário prestar atenção em dois fatores, sendo o primeiro saber construir e coletar uma pesquisa quantitativa.

Uma de suas características é a utilização de questionário com perguntas fechadas; ou seja, a pessoa vai selecionar, em uma lista, a opção que mais se adequa àquele momento. Porém, muito mais que fazer marcações, esse tipo de pesquisa precisa refletir com muita honestidade o que a empresa quer conhecer.

Por exemplo: de nada adianta lançar um novo produto se não existir demanda ou apresentá-lo de forma errada. Caso contrário, você perde tempo e dinheiro. Tudo isso deve ser percebido e estudado na pesquisa quantitativa. É ela que aponta necessidades, desejos de consumo, produtos da concorrência… todos os dados são relevantes para direcionar futuras propagandas e ações mercadológicas.

A segunda questão é que a pesquisa quantitativa, apesar de ser um instrumento de valor, não deve ser considerada isoladamente.  Ela faz parte de uma estrutura maior, chamada plano de negócios.

Se sua empresa não tem um plano de negócios, fazer uma pesquisa pode não ter resultado muito efetivo, já que não haverá um direcionamento estratégico para todas as respostas obtidas desse estudo de mercado.

De quanto em quanto tempo posso aplicar pesquisa quantitativa?

O dinamismo do mercado altera os hábitos de consumo das pessoas o tempo todo – e as empresas devem acompanhar essas mudanças estando cientes de que podem acontecer a qualquer instante.

Quer ver?

Comprar, vender e consumir passou a ter um significado diferente para a sociedade que hoje vive uma realidade onde o consumidor não precisa ir a um estabelecimento físico para realizar suas compras. Tudo já pode ser feito no conforto do lar, através da compra online.

Empresas que entenderam essa mudança conseguiram inovar e sair à frente dos concorrentes. Obter apoio estatístico em pesquisas é uma forma inteligente de fazer crescer as chances de sucesso.

Que as pesquisas quantitativas são essenciais, isso já ficou claro, mas o diferencial desse método é a regularidade com que é realizado. A direção da companhia precisa compreender que as pesquisas suportam as decisões sobre inovações e, consequentemente, a lucratividade do negócio, sendo de vital importância para o andamento da organização.

Você quer conhecer melhor o seu mercado? Entre em contato com a Data Goal e conheça as propostas de pesquisas que separamos para sua empresa.