Como profissionais de marketing político podem usar o IGP durante os anos de mandato

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Uma gestão pública não se faz apenas com os candidatos que ganharam as eleições e suas ligações partidárias. Um time preparado na construção de estratégias, como os profissionais de marketing político, se faz necessário durante os anos de mandato.

O fato é que as decisões políticas não podem ser tomadas com base em achismos ou por conversas isoladas com eleitores. Todas as ações devem ser pautadas em cima de dados, favorecendo os projetos voltados para a população.

O que é marketing político

Se você perguntar aos cidadãos em quem eles votaram na última eleição ou quais ações a gestão pública tem feito para melhorar a sociedade, muitos vão responder que não sabem. Não é que o eleitor não se importe com o exercício do mandato, mas, talvez, a divulgação das propostas e das suas aplicações não tenha sido eficiente.

Dessa maneira, o marketing político é a estratégia utilizada pelo político/partido para se comunicar com o seu eleitorado, com o objetivo de fortalecer a imagem da gestão e seu relacionamento com a sociedade.

Assim, podemos dizer que o marketing político é um conjunto de atividades com o propósito de trazer uma percepção positiva e gerar relacionamento entre eleitores e as instituições, pessoas públicas e projetos.

Em outras palavras, quanto mais a gestão se aproximar da sociedade, mais apoio ela terá em seus projetos, demonstrando um mandato participativo e mais conectado com as pessoas.

Com informações retiradas de pesquisas e o termômetro das redes sociais é possível montar um plano de marketing eficiente e próximo à realidade da população.

Como implementar o marketing político?

Como vimos, o marketing político é um conjunto de estratégias de comunicação e publicidade que são desenvolvidas ao longo do tempo para dar credibilidade à gestão.

Nesse sentido, o gestor e sua equipe devem trabalhar para cumprir o planejamento proposto, podendo ser realizada de diversas formas. Veja:

Contato com a população

Não é porque venceu as eleições que o político deve se afastar por completo das pessoas. O corpo a corpo é uma prática importante, já que são nesses encontros que o povo manifesta suas demandas e estreita laços, fazendo surgir novas ideias para administração.

Mantenha as pessoas informadas

Manter as pessoas informadas é uma das estratégias que não podem faltar durante o mandato. Afinal, é papel da gestão divulgar todo o trabalho que está sendo feito para melhorar a vida da comunidade.

Como a administração pública é muito dinâmica, é praticamente impossível comunicar, em tempo real, tudo que está acontecendo. Para facilitar, crie um calendário e estabeleça uma rotina de informes, mostrando não só os resultados da agenda de compromisso,mas, também, uma imagem positiva de um governo sempre presente e trabalhando para o povo.

Utilize as redes sociais

O advento da internet e, consequentemente, das redes sociais, vem mudando a forma de posicionamento dos políticos em relação aos mais diversos assuntos. Além de ser um meio de comunicação poderoso e seguro para se buscar informação, os profissionais de marketing podem utilizar a plataforma para avaliar a reação dos usuários em relação ao tema postado. 

Por ser um canal popular, do qual a maioria das pessoas tem acesso, a internet acaba sendo uma fonte na busca de notícias durante o mandato, fazendo com que a população fique mais próxima dos políticos que elegeu.

Transforme dados em inteligência de gestão

A busca por dados e informações é essencial para a realização de qualquer projeto. No entanto, os profissionais de marketing necessitam de um sistema eficiente para processar essas referências, transformando-as em estratégias para a gestão.

O I.G.P., sistema de Inteligência na Gestão Pública, é uma solução completa oferecida pela Data Goal que permite ao gestor identificar todos os pontos de melhoria dos projetos e programas voltados à população.

Através da metodologia PDCA (em português, planejar, fazer, verificar e agir), o profissional de marketing consegue avaliar os gargalos da gestão como um todo, visando a melhoria contínua dos processos. Com isso é possível entender não somente como o problema surge, mas, principalmente, como deve ser solucionado.

A utilização da plataforma no marketing político ajuda a entender as percepções das populações dos distritos, municípios ou estados, oferecendo os seguintes diferenciais:

  • Avaliar a satisfação da população quanto ao andamento de um programa/projeto;
  • Avaliar a viabilidade de políticas públicas a médio e longo prazo;
  • Avaliar os resultados percebidos sobre os programas e iniciativas vigentes;
  • Entender as características da população e suas necessidades;
  • Ter números reais da participação dos cidadãos e dos impactos das ações propostas.

Quer entender como o I.G.P pode ajudar nas estratégias de marketing durante os anos de mandato? Entre em contato com a gente e vamos conversar!