Como fazer uma pesquisa eleitoral que preveja o resultado das urnas

Com a aproximação das eleições é chegado o momento para que candidatos, partidos políticos e equipes de marketing preparem as pesquisas eleitorais que vão nortear as campanhas até o dia do pleito.

A cada dois anos o Brasil tem uma rodada de eleições que define o rumo das cidades, estados e do país. Esses são grandes eventos que ganham visibilidade meses antes de as pessoas irem às urnas, destacando as parciais das pesquisas que são aguardadas por todos os envolvidos.

Os dados obtidos nesses inquéritos são verdadeiros trunfos para os profissionais de marketing político. Afinal, se bem direcionados, os dados podem se transformar em decisões certeiras, capazes de prever o resultado das urnas.

Iniciar uma campanha política com ações baseadas em achismos ou dados encontrados em fontes pouco confiáveis pode colocar tudo a perder. O ideal é ter informações precisas sobre o cenário em que o candidato está inserido. 

Nesse caso, somente uma boa pesquisa pode te auxiliar nessa demanda. É através dela que sabemos os principais problemas do sítio eleitoral, além de entender o perfil que o político precisa ter para assumir um cargo público.

Em outras palavras, os inquéritos ajudam a desvendar as forças e as fraquezas do candidato, auxiliando no processo de construção de sua imagem pública. Além disso, é uma ferramenta que ajuda a equipe a entender as demandas importantes que vão pautar todas as ações da campanha.

Como criar uma pesquisa eleitoral bem sucedida

A chave do sucesso de uma campanha está em como fazer uma pesquisa eleitoral. Para isso é preciso seguir uma metodologia capaz de garantir que o objetivo será atingido.

Nesse sentido, o primeiro passo é a definição do tipo de pesquisa que será aplicado nos eleitores. Isso é, se ela se dará por meio de dispositivos do tipo quantitativo ou qualitativo. Ainda é possível escolher entre questionários, entrevistas e discussão em grupo.

Após identificar qual a melhor estratégia de pesquisa eleitoral, é hora de determinar a amostragem. A partir de cálculos estatísticos, é possível definir o número de pessoas que precisam ser entrevistadas. Esse é um processo importante, já que é através dele que conseguimos acompanhar dados, preferências, comportamentos e opiniões de uma população inteira.

Em seguida, é preciso pensar nas perguntas que farão parte do questionário. Se você não sabe como começar um questionário para pesquisa eleitoral, faça um checklist de perguntas básicas e vá aprimorando com os levantamentos realizados sobre a comunidade, as demandas prioritárias, gestão anteriores, etc. 

Para facilitar, a Data Goal desenvolveu um e-book gratuito de elaboração de perguntas para pesquisa eleitoral. O guia possui uma lista de perguntas obrigatórias  que vão te auxiliar no primeiro momento desse processo. Acesse aqui o material.

Conte com um aliado: a tecnologia

Desenvolver pesquisa eleitoral não é tarefa fácil. São tantos os detalhes que precisam ser pensados e analisados que, em algum momento, uma falha mínima pode prejudicar toda a confiabilidade dos inquéritos.

Aplicações desenvolvidas para celular e computador descomplicam a forma de fazer pesquisa eleitoral. O sistema Data Goal, por exemplo, é uma ferramenta para coleta de dados em campo que trabalha com questionários digitais em tablets e smartphones, enviando as entrevistas diretamente para a base de dados.

Com isso, o app dispensa tabulação e digitação. E você, coordenador da campanha, pode começar sua análise a qualquer momento, com a pesquisa ainda acontecendo.

Invista em um app de pesquisa eleitoral

O software Data Goal faz muito mais que coletar e armazenar dados de maneira simples, rápida e segura, acessando suas informações a qualquer hora e em qualquer lugar. 

Além dessas funcionalidades, o app traça o mapa geopolítico com as opiniões coletadas, utilizando o GPS do aparelho para capturar a posição geográfica onde a entrevista foi realizada. Assim, o pesquisador poderá filtrá-las de acordo com a resposta desejada.

Se você ainda tem dúvida sobre como fazer uma pesquisa eleitoral que preveja o resultado das urnas, a Data Goal pode te ajudar. Afinal, nós já processamos mais de 2 milhões de questionários assertivos. 

É possível observar que muitos candidatos acabam contratando mais de uma empresa de pesquisa só para ter certeza de que o resultado vai ser confiável. Com a Data Goal, os resultados são auditados e processados no mesmo dia, gerando maior previsibilidade, segurança e economia para a campanha.

Entre aqui e faça seu orçamento!