Quais são os principais indicadores de performance da gestão pública?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

A mensuração dos resultados corporativos é estratégica para todo negócio, pois é por meio dessas informações que a gestão vai compreender os seus pontos fortes e fracos e as oportunidades do empreendimento. Mas engana-se quem pensa que apenas a iniciativa privada estabelece indicadores: a iniciativa pública também deve adotar tais procedimentos com intuito de medir seu desempenho. 

A gestão pública tem um papel importante na sociedade, já que administra, fiscaliza, supervisiona, aplica leis e elabora técnicas para otimizar os processos dos setores públicos, melhorar os atendimentos e desenvolver municípios, estados e federação.

O Estado coordena atividades necessárias para o bom funcionamento das cidades do Brasil, como hospitais, postos de saúde, acesso à vacinação, escolas, tratamento de água, transporte coletivo, tratamento de esgoto, coleta de lixo e planejamento urbano, entre outros inúmeros serviços administrados pela gestão pública.

Para mensurar a eficiência dessas ofertas, e dos recursos gastos em cada uma delas, a gestão pública deve definir indicadores de desempenho com o objetivo de determinar o progresso e o alcance dos objetivos estratégicos. 

Continue lendo e aprenda como mensurar a performance!

Como definir os indicadores de performance da gestão pública?

Existe uma dificuldade prática em administrar algo que não pode ser mensurado. Como melhorar a qualidade dos atendimentos se a gestão desconhece os anseios dos usuários? Elaborar ações com base em suposições e achismos pode gerar descontentamento no cidadão, além de desperdiçar dinheiro público. Por isso, o primeiro passo para identificar os pontos de melhoria é avaliar a opinião pública a respeito dos projetos com pesquisas diagnósticas.

Antes de definir os indicadores usados, levante os principais aspectos que devem ser considerados na gestão. Não se restrinja apenas à produtividade dos servidores ou à quantidade de demandas atendidas. A gestão pública é bem mais abrangente e focada em projetos que visam o interesse de toda a sociedade.

Você pode também se basear nos três principais indicadores de performance da gestão pública:

Qualidade

A qualidade está ligada diretamente à excelência do serviço prestado e à satisfação do usuário. Por isso, é interessante contar com a opinião da população para mensurar resultados das atividades prestadas pela gestão e alinhar necessidades e futuras tomadas de decisão.

Eficiência

A eficiência não mede a quantidade de demandas recebidas, mas a resolução de cada problema. Não adianta oferecer 100 atendimentos diários e apenas 5 serem resolvidos. 

Como medir a eficiência? A gestão deve definir o que considera “resolução” e determinar procedimentos que analisem todas as possibilidades de resposta satisfatória ao problema antes que ele seja encaminhado para uma outra repartição.

Engajamento

Seus funcionários estão comprometidos e integrados com a cultura da gestão? O engajamento indica que o público interno tem consciência das suas responsabilidades, mantém o nível de produtividade e a qualidade dos serviços prestados.

A falta de engajamento é facilmente identificada com a alta rotatividade. Outro termômetro para esse indicador é o público, que consegue identificar o desinteresse dos funcionários em resolver a demanda. 

Como  melhorar o desempenho da gestão pública

Os indicadores de performance são importantes porque, ao constatar os gargalos na estratégia, é mais fácil pensar em medidas que aumentem o interesse, a comunicação, a qualidade das entregas e o comprometimento dos funcionários.

Criar e gerir indicadores de performance pode ser complexo e trabalhoso. Por isso, nada melhor do que ter à mão uma ferramenta eficiente, como o I.G.P, Sistema de Inteligência para Gestão Pública oferecido pela Data Goal.

O I.G.P é um software que permite ao gestor identificar todos os pontos de melhoria dos programas e projetos voltados à população, através da metodologia PDCA (Planejamento, Execução, Verificação e Ação).

Além de mensurar a melhoria contínua dos processos, a Data Goal disponibiliza os sistemas de avaliação e pesquisa que ajudam o gestor a entender a percepção da população.

Quer saber mais sobre essa inovação que vai mudar o jeito de fazer gestão pública? Entre em contato com a Data Goal.